A gamificação pode motivar seus funcionários e gerar engajamento

0 288

Organizações de todo o mundo estão acompanhando o aumento na força de trabalho da geração Y, inclusive, nos cargos de liderança. Devido às transformações geracionais esses profissionais requerem abordagens diferentes das tradicionais, e cabe à empresa mapeá-las. A gamificação é uma das estratégias que dialoga bem com esses perfis, permitindo uma maior interação entre os colaboradores e contribuindo para a melhoria do fluxo de trabalho.

No Brasil, de acordo com pesquisa recente do Top Employers Institute, referência global em certificações de processos de gestão de pessoas e employer branding, 81% das empresas certificadas hoje possuem plataformas de educação e treinamento em formato de jogos, como simulações, RPG e videogames, e isso está se tornando um processo importante de instrução e desenvolvimento dentro das corporações.

Um exemplo disso é que a gamificação está indo além dos processos de aprendizagem, e sendo usada também para avaliações da eficiência e da habilidade dos líderes dessas empresas.

“O mais impactante é que esta nova abordagem tem como objetivo principal tirar vantagem do interesse das pessoas em desfrutarem do aprendizado enquanto estão produzindo, experimentando ou descobrindo algo novo, ao mesmo tempo em que atingem metas e compartilham conhecimento entre seus pares. Afinal, aprender por si mesmo é algo muito mais poderoso e excitante do que absorver passivamente aquilo que os outros estão dispostos a ensinar”, destaca Gustavo Tavares, Country Manager da Top Employers Institute Brasil.

Para Gustavo, a gamificação é uma estratégia fundamental para engajar e elevar o nível dos seus funcionários, além de ser uma excelente alternativa na gestão de pessoas. No entanto é preciso ter em mente que os resultados devem ser revertidos em premiações ou reconhecimentos, para que o esforço do empregado não acabe sendo em vão.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.