Repassa amplia as operações com integração entre varejo digital e físico

0 524

Adquirido em julho deste ano pela Lojas Renner S.A.o Repassa, uma plataforma on-line de revenda de vestuário, calçados e acessórios, inicia uma nova etapa de crescimento. A empresa começou a implantar pontos físicos próprios para distribuição e recebimento das “Sacolas do Bem”, nas quais os usuários encaminham os produtos em bom estado de conservação que desejam revender.

O primeiro quiosque foi inaugurado no fim de agosto, no Boulevard Shopping do grupo Aliansce Sonae, em Belo Horizonte (MG), com 11 metros quadrados. O próximo, que será ainda maior, tem previsão de abertura no dia 08 de dezembro deste ano em outra unidade da Aliansce Sonae, localizada no estado de São Paulo. Os dois projetos foram desenvolvidos em parceria com a administradora, que possui 29 shoppings próprios no Brasil e 11 pontos administrados, e marcam o início de uma parceria positiva tanto para os consumidores do shopping quanto os do Repassa, com maior visibilidade nos centros comerciais.

A ampliação das operações do Repassa com a integração entre os meios digital e físico está alinhada aos pilares de sustentabilidade, consumo consciente e economia circular da Lojas Renner S.A. e dos seus principais parceiros. “A expansão proporciona aos nossos usuários novos canais para estender o ciclo de vida útil de produtos de qualquer marca com impactos sociais e ambientais positivos em toda a cadeia de moda”, diz o CEO e fundador da plataforma, Tadeu Almeida.

 

Repassa recebe quase 30 mil peças de roupas no Boulevard Shopping BH

A partir dessas duas primeiras experiências, o plano é expandir gradualmente o modelo para outras cidades do país. Em Belo Horizonte, nos dois primeiros meses de funcionamento, o quiosque do Boulevard Shopping registrou uma média semanal de 400 pessoas atendidas e de quase 30 mil peças recebidas, que são encaminhadas ao centro de distribuição da empresa nas cidades de São Paulo e Jundiaí.

Além disso, já foram distribuídas praticamente 50% das 7,5 mil “Sacolas do Bem”. Elas são produzidas somente com matérias-primas recicladas e recicláveis e são oferecidas gratuitamente por tempo limitado.

“O sucesso do projeto piloto com o Repassa no shopping Boulevard comprovou nossa hipótese de que os shoppings têm muito a contribuir para moda circular. Só o Boulevard representa 30% das Sacolas recebidas pelos parceiros do Repassa. Juntos, criamos um modelo de negócio de coleta e entrega de sacolas que contribui para o fluxo tanto dos produtos na plataforma quanto dos consumidores nos shoppings, que estão claramente cada vez mais antenados a essa tendência de revendas de roupas e acessórios”, explica Renata Rique, gerente de inovação da Aliansce Sonae.

 

Modelo de negócio diferenciado

O modelo de negócio do Repassa diferencia-se no segmento de revenda de artigos de moda. Ao contrário dos canais de negociação direta entre vendedores e compradores, ele faz a curadoria e o controle de qualidade das mercadorias e é responsável por toda a jornada dos clientes, incluindo precificação, produção de fotos e catálogos, logística e entrega das peças.

A cada venda finalizada, o saldo é disponibilizado aos vendedores na própria plataforma e pode ser transferido para conta corrente ou usado no próprio site da empresa. Os valores também podem ser doados para organizações sociais, assim como os produtos reprovados no processo de curadoria.

 

Impactos sociais e ambientais positivos

Graças à ampliação da vida útil das mercadorias negociadas e a parcerias firmadas com ONGs, a plataforma acumula um histórico importante de impactos ambientais e sociais positivos. Somente em 2020, por exemplo, ela promoveu a doação de quase 120 mil itens e de R$ 611 mil em dinheiro para mais de 30 projetos sociais em todo o país.

Desde que foi fundada em 2015 pelo empreendedor Tadeu Almeida, a empresa possibilitou ainda a economia de mais de 1 bilhão de litros de água e de 24 milhões de quilowatts/hora (kW/h) de energia que seriam necessários na fabricação de um volume equivalente de peças novas, além de evitar a emissão de 2,4 toneladas de dióxido de carbono (C02) na atmosfera.

Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.