Como o varejista pode facilitar a vida do consumidor com tecnologia  

0 948

Por André Faria

Dois mil e vinte foi um ano em que tivemos diversos avanços tecnológicos no varejo. Mike George, chairman da NRF e CEO do Qurate Retail Group, afirmou em sua palestra de abertura da NRF Chapter One, que “o varejo expandiu suas capacidades digitais e fez em meses, o que levaria anos, em um cenário normal.”. Logo, podemos afirmar que facilitar a vida do consumidor, utilizando tecnologia, é uma das ações que o varejo está fazendo mundialmente. Afinal, é constante a busca por melhorar a experiência de compra do seu consumidor, facilitando sua vida, utilizando sempre a tecnologia.

Ainda na NRF Chapter One, Keith Mercier, general manager Retail and Consumer na Microsoft, falou sobre as principais mudanças que ele observou no varejo. Segundo Keith, uma das principais mudanças foi o novo papel das lojas físicas, como parte importante da logística e também como um centro de experiência para os clientes, atendendo as jornadas de consumo digitais e, consequentemente, se adequando ao consumidor digital.

André Faria, CEO da Bluesoft

É importante ver como, apesar de o meio digital estar assumindo cada vez mais o protagonismo no consumo, as pessoas gostam de ver o produto em mãos e também se encantam por uma empresa se tiverem uma experiência de compra marcante. Um exemplo de varejista que busca sempre facilitar a vida do consumidor com tecnologia é a Amazon.

A novidade dessa vez fica por conta do Amazon One, que, segundo a empresa, é “uma maneira rápida, conveniente e sem contato de as pessoas usarem a palma da mão para realizar as tarefas em um local, como pagar sua compra, por exemplo”. A empresa garante que o serviço é altamente seguro, uma vez que utiliza algoritmos e hardwares de ponta para criarem a assinatura exclusiva de cada pessoa, utilizando o panorama único de sua mão.

Apesar de parecer ser irreal para a nossa realidade, em pouco tempo poderemos ver esse tipo de tecnologia sendo utilizado no Brasil. Um exemplo de algo que parecia ser fora da nossa realidade, mas que está sendo amplamente utilizado, é o de pagamentos via smartphone.

Seja por meio do PIX ou das carteiras digitais, vemos que o consumidor gosta das facilidades que a tecnologia nos dá, já que a projeção é de que o PIX represente cerca de 36% do PIB Brasileiro em cinco anos! É por isso que o varejista precisa sempre estar de olho no que é tendência em tecnologia, para implementar em sua loja e melhorar a experiência de compra do consumidor.

Outra tecnologia que ganhou força em 2020 e chega em 2021 para se consolidar, é o E-Grocery! Para termos uma ideia, segundo uma pesquisa feita pelo Ebanx, 72% dos brasileiros disseram que compraram algo por aplicativo durante a pandemia. E, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o Brasil registrou mais de 150 mil novas lojas online, entre abril e setembro de 2020.

Isso nos mostra a importância do e-commerce para a nossa sociedade, atualmente. E você não pode ficar de fora dessa tendência que tem uma projeção de faturamento em 2021, de R$ 110 bi!

Vale lembrar que, ao ter um e-commerce, o supermercadista não pode esquecer de oferecer uma boa experiência de compra para o consumidor, oferecendo um frete rápido, possibilitando até um agendamento e também tendo um checkout rápido e intuitivo. Essas coisas fazem a diferença na experiência de compra do consumidor.

Apesar de parecer pouco, essas ações fazem a diferença no dia a dia do seu consumidor. Dessa forma, você varejista pode ser o facilitador da vida de seus clientes, aumentando a taxa de retenção deles em sua loja.

E você? O que vem fazendo para facilitar a vida do seu consumidor?

*André Faria é CEO na Bluesoft e colunista do Portal Newtrade 
Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.