entregas – Newtrade https://newtrade.com.br Fri, 25 Oct 2019 15:42:56 -0300 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.3 https://newtrade.com.br/wp-content/uploads/2017/03/favicon-newtrade.png entregas – Newtrade https://newtrade.com.br 32 32 Correios apresenta soluções logísticas para e-commerce https://newtrade.com.br/logistica/correios-apresenta-solucoes-logisticas-para-e-commerce/ https://newtrade.com.br/logistica/correios-apresenta-solucoes-logisticas-para-e-commerce/#respond Fri, 25 Oct 2019 11:26:02 +0000 https://newtrade.com.br/?p=1020874 correios

Os Correios apresentaram na 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em Brasília, dois novos serviços para as áreas de logística e encomenda: Correios Log Supri e Correios Packet.

O post Correios apresenta soluções logísticas para e-commerce apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
correios

Os Correios apresentaram na 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em Brasília, dois novos serviços para as áreas de logística e encomenda: Correios Log Supri e Correios Packet.

A nova solução de importação Correios Packet, de acordo com a empresa, visa melhorar a experiência do cliente que realiza compras no exterior. Segundo o diretor de Negócios dos Correios, Alex do Nascimento, por meio de uma associação direta com os marketplaces estrangeiros, a estatal pretende receber as encomendas com informações mais completas e, assim, reduzir os prazos de entrega.

“No Packet, há uma associação de negócio direta entre o site do exterior e os Correios. Assim a carga será priorizada, pois virá mais preparada, com informações e rótulos no padrão do correio brasileiro. Há ganho de prazo, informações e qualidade dos serviços”, destaca Alex do Nascimento. Ainda de acordo com o diretor, o serviço é essencial para o comércio eletrônico, pois entregas que levariam mais de 40 dias úteis poderão ser realizadas em até 6 dias úteis.

Já o Correios Log Supri tem o objetivo de prover empresas e órgãos públicos com uma cadeia logística dedicada na gestão de seus suprimentos, desde a coleta, recebimento, conferência, armazenagem até a distribuição. O serviço, que pode ser acompanhado por meio de sistema corporativo dos Correios, contribui para a redução de custos e otimização dos materiais de consumo dos clientes. “Para uma prefeitura, a gestão de custos como aluguel de espaço, armazenamento, IPTU, vigilância e limpeza pode significar uma redução de 40% nos seus gastos”, explicou o dirigente.

Modernização das entregas

Os Correios também apresentam as novidades que estão sendo testadas para modernizar as entregas das encomendas ao clientes. Alinhado à política de responsabilidade socioambiental da empresa, o estande traz um exemplar da bicicleta modelo Long John elétrica com baú. A proposta é que o equipamento elétrico mitigue a emissão de monóxido de carbono pelos Correios. O modelo será testado pela empresa em novembro, em São Paulo.

Para dar ainda mais agilidade ao processo de controle e rastreamento de encomendas, a estatal ainda apresenta a tecnologia RFID, projeto que está sendo desenvolvido em parceria com o Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec). A ideia é otimizar a conferência de toda carga postal com a leitura dos pacotes por meio da radiofrequência.

O post Correios apresenta soluções logísticas para e-commerce apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
https://newtrade.com.br/logistica/correios-apresenta-solucoes-logisticas-para-e-commerce/feed/ 0
Entregas expressas da DHL devem dobrar no Brasil até 2023, diz diretor executivo https://newtrade.com.br/logistica/entregas-expressas-da-dhl-devem-dobrar-no-brasil-ate-2023-diz-diretor-executivo/ https://newtrade.com.br/logistica/entregas-expressas-da-dhl-devem-dobrar-no-brasil-ate-2023-diz-diretor-executivo/#respond Wed, 18 Sep 2019 14:31:45 +0000 https://newtrade.com.br/?p=1019826 Lego

A DHL inaugurou na última quinta-feira (12) um centro de inovações em Chicago para fomentar inovação no continente americano

O post Entregas expressas da DHL devem dobrar no Brasil até 2023, diz diretor executivo apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
Lego

Com o crescimento do mercado de entregas no Brasil, a DHL Express, empresa de entregas alemã, prevê crescimento da sua atuação em território nacional até 2023. As informações foram concedidas por Mike Parra, diretor executivo da DHL Express para as Américas, para a Folha de São Paulo.

De acordo com o executivo, com a expansão da oportunidade dos serviços, a empresa estuda a instalação de um novo centro de distribuição em Campinas e no Rio de Janeiro, bem como expansão em Belo Horizonte. Atualmente, a empresa já atua em seis cidades brasileiras (São Paulo, Santos, Brasília, Ribeirão Preto, Curitiba e Porto Alegre).

Mike Parra prevê também uma expansão da sede brasileira e central de serviços. O motivo é a DHL ter dobrado sua atuação no país entre 2018 e 2019. Consequentemente ao aumento da atuação no Brasil, a empresa prevê mais entregas e contratação de novos funcionários.

A DHL inaugurou na última quinta-feira (12) um centro de inovações em Chicago para fomentar inovação no continente americano. A companhia já dispõe de outros dois centros semelhantes, um na Alemanha e um em Singapura.

Dificuldades Logísticas

Para ampliar a atuação no Brasil, a DHL precisa levar em consideração os desafios de logística do país. Segundo o diretor executivo, as poucas linhas aéreas comerciais são um entrave. No entanto, para sanar essa dificuldade, a empresa vê a oportunidade de investir em mecanismos próprios de transporte aéreo, ou de executar parcerias com as empresas existentes no setor, como tem feito o Mercado Livre (Azul) e como especulam sobre a Amazon (Gol).

A empresa realiza também parcerias com startups para identificar oportunidades de inovação na logística. Uma das grandes idéias proporcionadas pelas parcerias foi o rastreio de encomendas via WhatsApp. Além disso, o uso de drones já é feito em armazéns para contagem de produtos e segurança.

Concorrência com os Correios

Sobre os planos de privatização dos Correios, o executivo afirma que essa não é uma história recente. E acrescenta que os desafios serão grandes para a empresa que aceitar o desafio de assumir a estatal.

O post Entregas expressas da DHL devem dobrar no Brasil até 2023, diz diretor executivo apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
https://newtrade.com.br/logistica/entregas-expressas-da-dhl-devem-dobrar-no-brasil-ate-2023-diz-diretor-executivo/feed/ 0
Mercado Livre faz parceria com Azul para entregar em 24 horas https://newtrade.com.br/logistica/mercado-livre-faz-parceria-com-azul-para-entregar-em-24-horas/ https://newtrade.com.br/logistica/mercado-livre-faz-parceria-com-azul-para-entregar-em-24-horas/#respond Fri, 30 Aug 2019 10:12:38 +0000 https://newtrade.com.br/?p=1019277

Operações devem ter início em 16 capitais para entregas em um dia

O post Mercado Livre faz parceria com Azul para entregar em 24 horas apareceu primeiro em Newtrade.

]]>

Os cofundadores do Mercado Livre, Stelleo Tolda e Marcos Galperin, e o presidente da Azul, John Rodgerson, anunciaram uma parceria entre as duas empresas para realizar entregas de produtos por via aérea em todo o Brasil.

O presidente da Azul, John Rodgerson, lembrou que empresa prevê investimentos de US$ 1,5 bilhão para novas aeronaves. “Temos que acompanhar o crescimento do Mercado Livre. Vamos investir pesado na empresa para realizar as entregas. Essa parceria é só o começo”, disse Rodgerson.

Em coletiva durante o evento Mercado Livre Experience, em São Paulo, os empresários disseram que, inicialmente, as operações deverão ocorrer em 16 capitais – mas não especificaram quais. Segundo os empresários, as entregas serão feitas em 1 dia, modelo conhecido como Next Day.

“A gente começa a democratizar cada vez mais os serviços de entrega em 1 dia, que são muito concentrados em São Paulo e Rio de Janeiro”, afirmou o cofundador do Mercado Livre, Stelleo Tolda. “O futuro é a entrega Next Day e a Azul vai ser parte importante desse processo”, acrescentou Tolda.

O vice-presidente de Mercado Envios para a América Latina do Mercado Livre, Leandro Bassoi, afirmou que “para o consumidor, isso significa entregas mais rápidas, utilizando a malha logística do Mercado Livre e da Azul, que cobre todo o território nacional, com 900 voos diários. Por meio dessa parceria, temos a expectativa de atingir números altíssimos e entregas em tempo cada vez menor”, disse Bassoi.

O post Mercado Livre faz parceria com Azul para entregar em 24 horas apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
https://newtrade.com.br/logistica/mercado-livre-faz-parceria-com-azul-para-entregar-em-24-horas/feed/ 0
Conheça o segredo da Rappi: startup unicórnio, sucesso no ramo de entregas https://newtrade.com.br/tecnologia/conheca-o-segredo-da-rappi-startup-unicornio-sucesso-no-ramo-de-entregas/ https://newtrade.com.br/tecnologia/conheca-o-segredo-da-rappi-startup-unicornio-sucesso-no-ramo-de-entregas/#respond Fri, 26 Jul 2019 11:02:12 +0000 https://newtrade.com.br/?p=1018185

Fernando Vilela, head de Growth da empresa, contou na palestra “Rappi: Business Case” a história de sucesso da startup, fundada na Colômbia, em 2015

O post Conheça o segredo da Rappi: startup unicórnio, sucesso no ramo de entregas apareceu primeiro em Newtrade.

]]>

A tecnologia tem invadido a vida das pessoas de maneira tão voraz que, provavelmente, o sujeito que usava internet discada nos anos 1990 nunca tenha imaginado um cenário como o de hoje em dia.

Pagar contas, arrumar um encontro amoroso, pedir comida, conseguir um goleiro para completar o time do futebol com a galera (por que não?), enfim, os desejos mais aleatórios podem ser resolvidos com praticamente um clique. Não é à toa que a história de sucesso da Rappi chamou tanto a atenção dos participantes da 10ª edição do Fórum E-Commerce Brasil.

Fernando Vilela, head de Growth da empresa, contou na palestra “Rappi: Business Case” a história de sucesso da startup, fundada na Colômbia, em 2015, e que hoje está presente em sete países da América Latina: Brasil, Peru, Chile, Uruguai, Colômbia, México e Argentina.

Fernando Vilela, head de Growth da empresa/Foto: Elígia Aquino

Os números relacionados à companhia são grandiosos. Mais de três mil funcionários, US$ 1,7 bilhão em investimentos (R$ 6,41 bilhões), cem mil entregadores, 80 mil parceiros, 9,3 milhões de usuários ativos e 40 cidades.

O negócio tem se mostrado tão promissor que a Rappi recebeu um investimento de US$ 1 bilhão do fundo Softbank, o que fez com que o valor da empresa ultrapassasse os US$ 3 bilhões. Só no Brasil, a companhia tem crescido cerca de 30% ao mês. “Nosso sonho é ser o maior player digital da América Latina”, salientou Vilela.

Vilela explicou que o marketplace da empresa é focado em quatro players: usuários (consumidores), Rappis (como são chamados os entregadores da empresa), parceiros (supermercados e restaurantes, por exemplo) e marcas.

Segundo ele, o diferencial da companhia está em sua proposta de valor que inclui o fato de ser um app para os mais diversos tipos de serviços, incluindo entregas 24 horas diariamente, sete dias por semana e cobrar os mesmos preços que as lojas com as quais tem parceria.

Atraindo mais público

A prioridade da Rappi hoje é trazer novos usuários para sua base de clientes de qualidade – aqueles que são fieis à marca. Dessa forma, usam critérios para avaliar qual o melhor canal de abordagem desse público. “Qual o custo de trazer o usuário? O tempo que ele fica? E quanto ele consome? Essas são algumas das perguntas que temos que responder”, exemplificou Vilela.

Google, Facebook, Instagram e Twitter estão entre as principais apostas da empresa na prospecção de novos clientes. Porém, o maior investimento para a expansão da marca é feito por meio de influenciadores digitais e referral.

A empresa também não perde a oportunidade de expor a marca laranja com um grande bigode, como fez na última Copa São Paulo de Futebol Júnior, por exemplo, na qual, além de distribuir bonés ao público do estádio, colocou um entregador em campo para levar a bola que seria usada na final ao juiz (veja no vídeo abaixo).

Uma grande diferenciação da marca é pensar na personalização do serviço. Vilela contou que “a maioria dos serviços oferecidos nasceu do botão ‘Qualquer Coisa’”. Quando o usuário pede algo por ali, eles estudam a viabilidade e acrescentam ao menu a ideia, algumas delas bem diferentes, como acompanhar clientes à endoscopia, entregar trabalho na faculdade e subir para assinar a lista de presença ou, ainda, ser o goleiro que faltava para completar o time.

O especialista finalizou a apresentação com algumas dicas que considera fundamentais na trajetória bem sucedida da Rappi até aqui:

  • Problemas geram negócios;
  • Marketing é muito mais que um logo ou branding puro hoje em dia;
  • Muito foco no digital;
  • Nunca perca oportunidades e
  • Escute os anseios de seus clientes. “O importante é sempre estar atento”, concluiu.

O post Conheça o segredo da Rappi: startup unicórnio, sucesso no ramo de entregas apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
https://newtrade.com.br/tecnologia/conheca-o-segredo-da-rappi-startup-unicornio-sucesso-no-ramo-de-entregas/feed/ 0
Como o Rappi se tornou um superaplicativo https://newtrade.com.br/tecnologia/como-o-rappi-se-tornou-um-superaplicativo/ https://newtrade.com.br/tecnologia/como-o-rappi-se-tornou-um-superaplicativo/#respond Tue, 02 Jul 2019 14:52:11 +0000 https://newtrade.com.br/?p=1017475

Ideia da startup é ser um grande assistente para seus usuários

O post Como o Rappi se tornou um superaplicativo apareceu primeiro em Newtrade.

]]>

Toda vez que Fernando Vilela, diretor de crescimento do Rappi, descreve o que a empresa faz a palavra “superaplicativo” aparece. Segundo o executivo, a ideia da startup é ser um grande assistente para seus usuários, oferecendo tudo o que for preciso para aumentar a comodidade e economizar o tempo das pessoas. “Começamos a perceber que os usuários faziam ao entregador todos os tipos de pedidos, desde ficar na fila do restaurante até acompanhar exame de endoscopia. Percebemos, então, que havia uma grande oportunidade em ser um superapp, seguindo uma tendência já em voga em outros países, principalmente na China”, afirmou Vilela.

O executivo conta que a decisão de se apresentar dessa maneira surgiu naturalmente. “Os usuários já comentavam: ‘a Rappi salva minha vida, tem de tudo’. Não tivemos uma grande reunião para estabelecer um plano, mudar a chavinha e começar a nos definir como um superapp.”

Para ele, essa foi mais uma etapa da evolução da companhia, que hoje também oferece soluções financeiras a partir do RappiPay. O serviço surgiu, explica Vilela, a partir da observação de que os usuários tinham problemas recorrentes com transferências, gestão de cartão de crédito e pagamento. “Por que não colocar tudo dentro de um app só? Por que não ser também uma fintech?”, perguntaram-se os executivos da startup.

Atuar em tantas frentes diferentes é um grande desafio para a empresa. O segredo, segundo o diretor, é se comunicar de maneira clara com o usuário. “No fim do dia, o cliente é o mesmo e é nele que temos de pensar. Não podemos cair no erro de nos comunicarmos de diferentes formas com uma mesma pessoa.”

Inovação na América Latina

Vilela é otimista ao falar do crescimento das startups na América Latina. Para ele, o mundo tech finalmente vem aumentando o apetite pela região, o que está gerando uma série de novas oportunidades.

“Antigamente, havia um grande preconceito por conta da instabilidade da América Latina. Mas essa instabilidade foi justamente o motor para tanta criatividade. Isso fez com que houvesse uma explosão de mini-inovações.”

O executivo aponta que a injeção de capital estrangeiro realizada nos últimos anos na região significou uma grande mudança de paradigma. “Todas aquelas inovações, que antes eram limitadas, começaram a ter acesso a capital. Isso fez com que o ecossistema crescesse, retroalimentando-se”.

O post Como o Rappi se tornou um superaplicativo apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
https://newtrade.com.br/tecnologia/como-o-rappi-se-tornou-um-superaplicativo/feed/ 0
Loggi quer entregas de um dia no Brasil https://newtrade.com.br/logistica/loggi-quer-entregas-de-um-dia-no-brasil/ https://newtrade.com.br/logistica/loggi-quer-entregas-de-um-dia-no-brasil/#respond Wed, 05 Jun 2019 15:40:33 +0000 https://newtrade.com.br/?p=1016670 Loggi

Não será tarefa fácil no país com a quinta maior extensão territorial do mundo e onde as redes de infraestrutura ficam muito aquém das encontradas na maioria dos países desenvolvidos

O post Loggi quer entregas de um dia no Brasil apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
Loggi

O mais novo unicórnio do setor de tecnologia da América Latina tem um objetivo ambicioso: entrega no dia seguinte para praticamente qualquer pessoa no Brasil. Não será tarefa fácil no país com a quinta maior extensão territorial do mundo e onde as redes de infraestrutura ficam muito aquém das encontradas na maioria dos países desenvolvidos.
A Loggi agora está avaliada em US$ 1 bilhão, depois de levantar US$ 100 milhões este mês em uma rodada de financiamento liderada pelo Vision Fund, do SoftBank Group, segundo informações divulgadas pela empresa na quarta-feira.

A injeção de caixa vem na esteira de um investimento de US$ 100 milhões que o Vision Fund fez na empresa no fim do ano passado.

A startup, fundada em 2014 para entregas de documentos na cidade de São Paulo, está usando o investimento para formar uma equipe de mais de 1.000 engenheiros enquanto monta um serviço de logística em todo o Brasil.

A empresa atualmente cobre cerca de 35% da população e faz cerca de 100 mil entregas por dia para clientes, que incluem a varejista francesa Carrefour, a gigante de comércio eletrônico MercadoLibre e redes de fast-food McDonald’s e Burger King.

O presidente da Loggi, Fabien Mendez, diz que a empresa planeja aumentar sua cobertura para 95% do país até o fim de 2020 e aumentar a frequência das entregas para cerca de 5 milhões por dia dentro de cinco anos.

“Nossa filosofia é entregar qualquer coisa para qualquer um”, disse Mendez em entrevista. “Até o fim de 2020, queremos conectar todas as cidades brasileiras. A ideia é oferecer entrega no dia seguinte a todos os brasileiros. ”

Para isso, a Loggi terá que superar os desafios logísticos. O Brasil é maior que o território continental dos EUA, mas a infraestrutura de transporte do país é semelhante à de Ruanda, segundo o Fórum Econômico Mundial. “A única maneira de ultrapassar as barreiras estruturais é através do uso de tecnologia”, disse Mendez.

A empresa está criando uma rede de centros de distribuição em todo o país, com pequenos depósitos nos bairros. A Loggi utiliza muita robótica, inteligência artificial e algoritmos para encontrar a rota mais eficiente ao enviar pacotes para esses centros.

O sistema alerta um entregador autônomo nos arredores – cerca de 25 mil fazem entregas para a Loggi – para fazer a entrega final. O objetivo é ter o mínimo de mão de obra envolvida no processo, com apenas algumas mãos humanas tocando o pacote durante cada etapa da entrega, disse Mendez.

Se conseguir estabelecer seu serviço em todo o Brasil, a Loggi planeja expandir a operação para outros mercados da América Latina, disse Mendez, de 33 anos, que cresceu em uma pequena vila no sul da França e se mudou para o Brasil em 2010.

O executivo planeja aumentar o número de funcionários dos atuais 600 para 1,5 mil. A empresa cobra uma taxa de entrega com base no peso e no destino do pacote, além de uma taxa de seguro. Com capital fechado, a Loggi não divulga dados de vendas, mas Mendez disse que espera registrar lucro no ano que vem e que a empresa teve lucro em 2017.

Mendez afirmou que a startup não tem planos imediatos para realizar uma oferta pública inicial ou buscar um parceiro. Mas “o plano é fazer com que a empresa seja capaz de fazer um IPO”, disse. “Queremos mostrar crescimento exponencial, mas também o Ebitda para nos tornarmos atraentes para o mercado.”

O post Loggi quer entregas de um dia no Brasil apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
https://newtrade.com.br/logistica/loggi-quer-entregas-de-um-dia-no-brasil/feed/ 0
Glovo decide deixar o Brasil https://newtrade.com.br/logistica/glovo-decide-deixar-o-brasil/ https://newtrade.com.br/logistica/glovo-decide-deixar-o-brasil/#respond Wed, 06 Mar 2019 16:33:41 +0000 https://newtrade.com.br/?p=1013696

Startup de entregas alega que mercado brasileiro é competitivo e exige mais investimento do que o previsto

O post Glovo decide deixar o Brasil apareceu primeiro em Newtrade.

]]>

Após um ano operando no Brasil, a Glovo, startup espanhola de entregas, decidiu deixar o país. Em nota enviada aos clientes, a empresa diz que encerrou suas operações no domingo (03/03). A partir de hoje, já não é possível fazer pedidos pelo app. “Trabalhamos muito para fazer deste mercado um sucesso, mas infelizmente após 12 meses, percebemos que o Brasil é um mercado competitivo que exige muito mais investimento e tempo para consolidar do que imaginávamos”, diz a empresa.

No último ano, a concorrência no mercado de aplicativos de entregas ficou mais acirrada. Além das já conhecidas iFood e Uber Eats, a colombiana Rappi passou a operar no país. O crescimento da colombiana foi tão rápido que Brasil se tornou o principal mercado para a startup na América Latina. A Rappi, vale lembrar, é um dos integrantes do grupo de unicórnios da América Latina desde setembro do ano passado, após levantar US$ 200 milhões em rodada de investimentos liderada pela DST Global.

O post Glovo decide deixar o Brasil apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
https://newtrade.com.br/logistica/glovo-decide-deixar-o-brasil/feed/ 0
Cade aprova criação de empresa de logística entre Correios e Azul https://newtrade.com.br/logistica/cade-aprova-criacao-de-empresa-de-logistica-entre-correios-e-azul/ https://newtrade.com.br/logistica/cade-aprova-criacao-de-empresa-de-logistica-entre-correios-e-azul/#respond Thu, 14 Feb 2019 10:14:48 +0000 https://newtrade.com.br/?p=1013165 correios

Autorização à criação da empresa de transporte de cargas foi dada sem restrições

O post Cade aprova criação de empresa de logística entre Correios e Azul apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
correios

O tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a criação de uma empresa de logística de transporte de cargas entre os Correios e a Azul, como antecipou o Estadão/Broadcast.

No julgamento, o conselho negou dois recursos apresentados pela Latam e Avianca contra o negócio e manteve o entendimento da Superintendência-Geral do órgão, que havia aprovado a operação em dezembro. A superintendência é a instância responsável por analisar operações consideradas mais simples e já havia dado o aval ao negócio, mas, como as concorrentes apresentaram recursos, o caso teve que ser julgado pelo tribunal do conselho.

Nos recursos, as empresas defenderam que o negócio pode afetar o ambiente concorrencial, já que a Azul poderá realizar, com exclusividade e de forma perene, o transporte aéreo doméstico da carga dos Correios, prejudicando os demais players do mercado.

As concorrentes expressaram ainda preocupação de que os Correios possam adotar práticas discriminatórias, estendendo para outros mercados o monopólio legal na entrega de cartas e sua posição dominante no mercado de entrega de encomenda.

O entendimento do conselheiro relator, Maurício Maia, que foi acompanhado pelos demais conselheiros, é que a operação não gera preocupações concorrenciais e ainda traz eficiências, ao criar uma nova empresa para o setor de logística de transportes de cargas. “A baixa participação da Azul nesse mercado afasta preocupações concorrenciais”, completou.

Negócio

A abertura de uma companhia pela Azul e pelos Correios foi anunciada em dezembro de 2017. A nova empresa terá participação de 50,01% da companhia aérea e 49,99% da estatal e oferecerá um serviço integrado para transporte de cargas com “potencial para se tornar a melhor plataforma de logística para o comércio eletrônico do País”, como disseram as empresas à época. A operação tem o objetivo de movimentar aproximadamente 100 mil toneladas de carga por ano.

O post Cade aprova criação de empresa de logística entre Correios e Azul apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
https://newtrade.com.br/logistica/cade-aprova-criacao-de-empresa-de-logistica-entre-correios-e-azul/feed/ 0
Carnaval e logística: como se preparar para a data https://newtrade.com.br/logistica/carnaval-e-logistica-como-se-preparar-para-a-data/ https://newtrade.com.br/logistica/carnaval-e-logistica-como-se-preparar-para-a-data/#respond Wed, 06 Feb 2019 09:33:38 +0000 https://newtrade.com.br/?p=1012860

Entenda por quê sua empresa deve se planejar com antecedência para o feriado prolongado

O post Carnaval e logística: como se preparar para a data apareceu primeiro em Newtrade.

]]>

O Carnaval é um dos mais longos e importantes feriados no Brasil. Apesar de o feriado oficial neste ano ser apenas no dia 5 de março, em uma terça-feira, os brasileiros curtem a folia por quatro dias seguidos, começando no sábado que antecede o Carnaval. Em algumas regiões, como o nordeste do país, o feriado pode durar de 6 a 10 dias, dependendo da cidade. Durante esse período, muitas empresas e comércios interrompem suas atividades e os fornecedores pausam as operações.

É importante que empresas estejam preparadas para o período uma vez que o Carnaval começa impactar a vida dos brasileiros já na semana anterior. Durante o período, ocorre um aumento na venda de combustíveis já que muitos brasileiros viajam para outras cidades e estados para visitar familiares ou curtir a folia com amigos – e os aeroportos, portos, rodovias, pedágios e hotéis também são impactados. Essa movimentação também afeta diversas cidades, incluindo cidades do interior que são conhecidas por Carnaval típico de rua, como em Olinda (Pernambuco), Ouro Preto (Minas Gerais) e Rio de Janeiro. É imprescindível que essas cidades se prepararem logisticamente para que não aconteçam imprevistos ou falta de qualquer suprimento – sejam eles os básicos ou necessários para o período.

“Uma boa estratégia logística é fundamental para as empresas, uma vez que permite trabalhar com o menor estoque possível. Nós revisamos constantemente as etapas críticas necessárias para nossos clientes durante o Carnaval com antecedência”, explica João Caldana, Diretor-Executivo da Dachser no Brasil.

Confira abaixo dicas para que sua empresa não seja negativamente impactada durante o carnaval:

• Criar um estoque adequado, considerando o período completo do Carnaval.
• Informar seu despachante sobre suas remessas prioritárias, já que o espaço pode ser limitado;
• Reservar as remessas bem antes do Carnaval;
• Guardar espaço em voos de passageiros para remessas que não podem ser atrasados. As taxas são um pouco mais altas, mas essa medida manterá sua cadeia de suprimentos funcionando.

O post Carnaval e logística: como se preparar para a data apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
https://newtrade.com.br/logistica/carnaval-e-logistica-como-se-preparar-para-a-data/feed/ 0
Rappi expande atuação para novas cidades no Brasil https://newtrade.com.br/varejo/rappi-expande-atuacao-para-novas-cidades-no-brasil/ https://newtrade.com.br/varejo/rappi-expande-atuacao-para-novas-cidades-no-brasil/#respond Thu, 01 Nov 2018 14:00:45 +0000 https://newtrade.com.br/?p=1009092

O aplicativo já está disponível em outras 11 cidades no país

O post Rappi expande atuação para novas cidades no Brasil apareceu primeiro em Newtrade.

]]>

A startup colombiana Rappi está expandindo sua atuação no território brasileiro e passou a oferecer seus serviços de delivery nas cidades de Goiânia, Ribeirão Preto e Florianópolis. Por meio de alguns cliques, os usuários podem se cadastrar e fazer pedidos, que vão de compras em supermercados com personal shoppers a produtos de farmácia ou de restaurantes.

O aplicativo já está disponível em outras 11 cidades no país. A companhia tem como estratégia estar presente em regiões onde a mobilidade se tornou um desafio, atuando como um assistente pessoal que busca e leva o que o cliente precisa, além de realizar compras em mercados, farmácias ou qualquer outro estabelecimento. O objetivo da plataforma é facilitar a vida de seus usuários.

“A Rappi entrega em minutos qualquer produto ou serviço. Queremos atuar como um assistente pessoal dos brasileiros, e, por isso, estamos expandindo nossa operação para novas cidades”, disse Ricardo Bechara, diretor de expansão da Rappi Brasil.

A startup também possibilita que os entregadores colaborem com a economia e consigam uma renda extra por meio da plataforma. Os interessados no serviço podem usar o recurso que tiverem disponível para realizar as entregas, seja bicicleta ou motocicleta.

A Rappi foi criada em 2015 pelos colombianos Símon Borrero, Sebastian Mejía e Felipe Villamarin. No Brasil, o app está disponível desde julho de 2017 e, além das novas cidades, está presente em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Recife, Fortaleza, Campinas e Brasília. O aplicativo está disponível na App Store (iPhone) e no Google Play (Android) para download gratuito.

O post Rappi expande atuação para novas cidades no Brasil apareceu primeiro em Newtrade.

]]>
https://newtrade.com.br/varejo/rappi-expande-atuacao-para-novas-cidades-no-brasil/feed/ 0