Ao se decidir por iniciar o aprendizado de um novo idioma, é importante avaliar se a escola ou professor escolhido reúne as condições necessárias para se obter o êxito esperado. Nós do Berlitz acreditamos que há seis condições essenciais e interligadas.

Motivação: Para alcançarmos êxito em alguma empreitada, precisamos muito de motivação. Você QUER aprender um novo idioma porque se interessa pelo país onde ele é falado? Motivação interna. Você PRECISA melhorar sua fluência para conseguir uma promoção ou seu filho fará intercâmbio no Canadá? Motivação externa. TER instrutores preparados para lidar com esses fatores, manter o engajamento dos alunos ao longo de todo o programa, demonstrar como os objetivos são traçados e tornar as aulas prazerosas, como ocorre em nossos centros de idiomas.

Contexto relevante: Um dos fatores que afetam a motivação externa é o contexto. O instrutor consegue estabelecer um contexto  interessante e relevante? Podemos fazer a conexão entre o conteúdo e as necessidades do aluno? O que está sendo aprendido na sala de aula será utilizado na vida real? Sem observar tudo isso, perde-se a motivação e o aprendizado torna-se mais lento.

Exposição à linguagem relevante: Duas palavras são essenciais aqui: “exposição” e “relevante”. Um adulto que assiste a desenhos animados ou uma criança que ouve as notícias pela TV não considerará a exposição a esses conteúdos como “relevante”. A exposição pode ser proporcionada por meio de  interação com colegas, mídia, viagens, cursos de idiomas, etc.

Oportunidades para usar o idioma – O aluno precisa tirar o máximo proveito de qualquer oportunidade para interagir com outras pessoas. Todas as tentativas de comunicação são válidas, mesmo que erros sejam cometidos. Primeiro passo: O aluno precisa experimentar o idioma, ousar, tentar. Não ter medo de errar, pois errar faz parte de seu aprendizado. Esse é o primeiro passo.

Equilíbrio entre fluência e precisão  – O  próximo passo é  obter o equilíbrio entre fluência e precisão no idioma. Fluência é nos fazer compreender, sermos capazes de comunicar uma mensagem. Precisão refere-se ao uso correto de estruturas gramaticais e vocabulário. Assim, o curso de idioma deve apresentar atividades que focam tanto no desenvolvimento da fluência quanto no da precisão.

Ambiente positivo para a aprendizagem – Os erros são “essenciais” para o processo de aprendizagem. Eles são um sinal de que o cérebro do aluno está processando ativamente a informação que está sendo transmitida. Um instrutor capacitado sabe que correções são necessárias, mas elas devem ser sempre positivas, servir de estímulo, para que o aluno esteja disposto a arriscar e experimentar com o novo idioma.

*Isabel Ramirez é diretora de Currículo e Treinamento do Berlitz Brasil