Tecnologia, sim! Mas sem perder as raízes

0 593

Não é segredo para ninguém que o setor de foodservice foi um dos mais impactados pela pandemia do novo coronavírus. E entre os segmentos que o compõem, o de Panificação e Confeitaria amargou sensíveis perdas de vendas. “O efeito foi em cascata: com menos gente circulando pelas padarias, as compras dos consumidores diminuíram, e isso se refletiu em toda cadeia de abastecimento, como é o caso da distribuição”, constata Katia Stabile Garcia, gerente de Marketing da Festpan Alimentos, empresa especializada na distribuição de produtos para ambos os segmentos.

Outro impacto negativo assinalado pela executiva foi o medo generalizado dos proprietários e dos funcionários desses negócios, bem como dos representantes e colaboradores da companhia no que diz respeito ao futuro da saúde, da situação do emprego e os destinos do comércio, uma vez que muitos vendedores ficaram receosos em visitar os estabelecimentos. E o mesmo aconteceu com os clientes que, pelos mesmos motivos, passaram a restringir as visitas destes. 

“Talvez, o único ponto positivo nessa história – que nos deu, e ainda continua dando mais esperança – foi  o fato de que as padarias não chegaram a fechar as portas, como aconteceu com muitos bares, bufês e restaurantes durante a pandemia.  O pão de cada dia foi, sem de dúvida, o elemento que manteve a sobrevivência do nosso setor”, explica.

INVESTINDO NO RELACIONAMENTO

Diante desse cenário e do fato de que as pessoas nunca estiveram tão conectadas como agora, investir cada vez mais em tecnologia tornou-se absolutamente necessário. “O marketing digital nunca ganhou tanta força como agora. Todo mundo precisou se reinventar e entrar nesse novo mundo da tecnologia e publicidade digital. E, com as padarias e confeitarias não foi diferente: vendas online, parcerias com aplicativos de entrega, investimentos em ferramentas digitais como WhatsApp Businness, e-commerce, aplicativos… Tudo isso, e muito mais, abriu para elas novos canais atendimento e um mundo novo de oportunidades”, diz Katia.

Tais mudanças, contudo, não fizeram o setor de Panificação e Confeitaria perder suas raízes. Por isso é que a convivência entre as novas ferramentas digitais e os métodos mais “antigos” de relacionamento interpessoal precisam, obrigatoriamente, andar lado a lado para se garantir a produtividade. 

“Trabalhamos em um setor no qual o profissional de Vendas sempre visitou o cliente semanalmente, criando e fortalecendo o relacionamento. Assim, acredito e espero que esse tipo de venda porta a porta não mude. As pessoas precisam se relacionar, e o profissional de vendas precisa continuar sendo um consultor para se diferenciar e dar continuidade a esse processo. No nosso caso, como vendemos produtos de transformação, precisamos que essa venda seja técnica. Então, mesmo com todas as necessárias adaptações ao mundo digital, o vendedor precisa cada vez mais visitar o cliente, entender do seu negócio, dar soluções e ter empatia, um valor cada vez mais necessário nos dias de hoje. Sem dúvida, uma palavra amiga, presencialmente, faz toda a diferença”, finaliza Katia Garcia.

 

FORÇA TOTAL NA NOVA SEDE

Com muita dedicação e determinação, a Festpan Alimentos conseguiu materializar um sonho antigo em janeiro de 2021: a inauguração de sua nova sede. Localizada no município de Mauá, na Região Metropolitana de São Paulo, com seus 20.000m2 de área construída, ela tem uma estrutura muito maior do que a anterior, com espaço de armazenagem para mais de 10.000, itens todos codificados, sistema eficiente e ágil quanto ao recebimento e entrega de mercadoria, Centro Técnico para realização de cursos e workshops com capacidade para atendimento de até 80 clientes e espaço para 100 operadores no televendas. “Agora, todos os funcionários do Administrativo e Vendas trabalham no mesmo andar, a fim de garantir uma melhor comunicação e geração de resultados. Venham nos visitar!”, convida Katia Stabile Garcia, gerente de Marketing da companhia.

 

Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.