A frase “eu não tenho tempo” é provavelmente uma das mais ditas pelas pessoas que têm muitas tarefas para realizar ao longo do dia e não conseguem fazer outras coisas de que gostam. Com certeza essas pessoas adorariam ter um dia mais produtivo. Segundo os especialistas em desenvolvimento pessoal e criadores do projeto Vida com Método, Taty Nascimento e Antonio Prates, quando se tem muitos desafios na vida, a pessoa começa a ter cada vez menos tempo para realizar aquilo que gosta e menos foco para colocar as coisas em andamento. “Você certamente já se viu atolado com a quantidade de coisas que estavam se acumulando e não sabia por onde começar”, afirma Antonio. O especialista explica que essa pressão faz com que as pessoas comecem a se sentir esmagadas. É preciso avaliar algumas estratégias paragerenciar melhor o tempo.

Taty revela que cada pessoa precisa identificar qual é o seu melhor momento de produtividade para organizar a rotina da melhor forma possível e conseguir otimizar o tempo. “O tempo passa da mesma forma para todas as pessoas: o segredo é priorizar as atividades de maior importância para não ficar enrolado”, ressalta. Ela conta que o compositor Beethoven, por exemplo, sabia exatamente como distribuir o seu tempo entre vida pessoal e profissional, de acordo com a sua capacidade de produtividade. Ele organizava seu tempo da seguinte forma: dormia das 22h00 às 06h00, tomava seu café da manhã e depois já começava a compor, atividade essa que durava cerca de 8 horas, e só depois fazia uma pausa para o jantar e dedicava um tempo para caminhar, onde buscava inspiração, terminando a noite em uma taverna para ler e relaxar um pouco.

A questão, segundo os especialistas, não é fazer o máximo de coisas em menos tempo, mas sim fazer as coisas que realmente importam, afinal, fazer certas coisas é diferente de fazer as coisas certas. “Fazer mil coisas ao mesmo tempo nem sempre é sinal de produtividade”, conta Taty. Ela revela que existem algumas técnicas que irão ajudar a resolver cerca de 90% das questões com relação a gestão de tempo.

A primeira dica, segundo Antonio, é listar tudo o que é preciso fazer, uma vez que isso ajuda a esvaziar a mente e diminui a preocupação com as coisas que ainda não foram feitas. “Procure anotar as tarefas em sequência de prioridades, pois isso irá ajudar na hora de identificar o que é mais urgente”, aconselha.  Outra dica importante, conforme Taty conta, é que muitas vezes as pessoas perdem tempo com coisas que não são tão importantes, e isso acaba diminuindo o prazo para cumprir as tarefas. “Algumas atividades, quando realizadas de forma inconsciente, podem atrapalhar no gerenciamento de tempo como: assistir televisão ou perder horas no trânsito”, explica.

A especialista sugere que as pessoas diminuam o tempo que perdem com essas tarefas, sendo mais assertivas. “Procure desabilitar as notificações que não sejam necessárias. Evite o hábito de sentar no sofá e ficar zapeando, seja seletivo. Tente resolver mais coisas sem precisar sair de casa”, aconselha. Taty explica que hoje em dia, com a internet, é muito mais fácil resolver os problemas sem sair de casa e assim evitar o estresse no trânsito. Caso não haja outra opção e seja realmente necessário sair de casa, a sugestão é fazer uma lista com tudo o que precisa ser feito antes de sair. “Assim é possível criar uma logística da rota para facilitar, conseguir resolver tudo e ainda economizar tempo”, ressalta.

A dica de ouro dos especialistas é que em 2017 as pessoas consigam não só gerenciar o tempo, mas também a energia. “É importante que você se mantenha com a carga toda de energia durante o dia e utilize aqueles picos de energia para fazer aquilo que te dá mais trabalho”, aconselha Antonio. Ele ressalta que dessa forma, será mais fácil resolver os problemas e cumprir todas as tarefas que devem ser feitas.