Sorvete ganha 2 milhões de novos lares nos últimos 12 meses no Brasil

0 687

O sorvete é uma das sobremesas mais populares do mundo e, por isso, tem até seu próprio dia. A data de 23 de setembro foi eleita como Dia do Sorvete e, no Brasil, há motivo para comemorar já que o doce tem crescido na preferência dos consumidores. Entre agosto de 2018 e o mesmo mês deste ano, o sorvete conquistou 4,2 pontos de penetração, o que significa que a categoria ganhou espaço no freezer de 2 milhões de novos lares no País, aponta levantamento da multinacional de painéis de consumo Kantar. No mesmo período, o consumo dentro dos lares registrou 12,9% de aumento em volume e 7% de crescimento em valor.

Com tantas opções de sabores e formatos, a embalagem de 1,5L é a que mais se destaca e teve uma performance ainda mais positiva do que a média: ganhou penetração em 3,8 milhões de novas famílias no período. Entre os sabores, o brasileiro é um consumidor tradicional e o napolitano é o preferido. A combinação de chocolate, creme e morango é a escolha de 27,9% dos lares. Em seguida, o ranking fica completo com flocos, creme e chocolate, nesta ordem.

Entre os shoppers nacionais, a sobremesa tem espaço em 53% das famílias com mais de 3 pessoas, é comprada por 40% dos consumidores com mais de 50 anos e está presente no carrinho de 87% das classes ABC. A região Grande Rio de Janeiro é que mais compra sorvete para consumo dentro do lar (63,6% de penetração), seguida pela Grande São Paulo (62,1%) e região Sul (54,8%). Na hora de encher o carrinho, os supermercados de rede e atacarejos foram os canais de destaques e registraram crescimento positivo no período.

Como era de se esperar, dezembro e janeiro, meses de férias e verão, são as épocas de maior consumo. E, mesmo nestes períodos, 2019 teve destaque favorável em relação aos anos anteriores.

De acordo com o levantamento da Kantar, o sorvete foi eleito principalmente para consumo no jantar e após o jantar entre os paulistanos, que consomem sorvete semanalmente e, em média, 2 vezes por semana.

Quanto ao valor, o ticket médio gasto pelos brasileiros com o doce para consumo doméstico é de R$ 8,35. Enquanto o preço médio gasto com sorvete fora de casa é de R$ 21,17.

“Sorvete é uma categoria que se destaca por entregar praticidade e indulgência para o consumidor, duas tendências que vem se destacando nos nossos últimos estudos. Prazer, sabor e conveniência são os principais atributos que o consumidor enxerga na categoria”. analisa Giovanna Fischer, Diretora de Marketing e Insights da Kantar.

Considerando a performance fora do lar, os brasileiros consumiram sorvete, em média, cinco vezes nos últimos 12 meses. Destaque para o picolé, que foi eleito em três oportunidades no mesmo período. A classe C é que a mais consome nestas ocasiões, com mulheres representando 60% do consumo. São Paulo é a região que mais compra o doce fora do lar, mas o Nordeste se destaca com o maior crescimento em 2019.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.