Anvisa proíbe fabricação e venda de 2 suplementos


A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu fabricação, distribuição e comercialização de dois suplementos que estavam sendo vendidos sem nenhum tipo de avaliação técnica. Os produtos clandestinos são de dois fabricantes diferentes.

O primeiro foi o Suplemento de Vitamina C à Base de Café Verde em cápsulas, fabricado pela Promel Indústria e Comércio de Produtos Naturais Ltda, empresa de Nova Venécia, Espírito Santo. Todos os lotes estão proibidos.

Segundo a agência, o produto estava sendo comercializado com informações incorretas no rótulo e induzindo o consumidor a acreditar que o suplemento teria propriedades terapêuticas.

As marcas Detox, End Hair, Skin Caps, Turbo Slim, Super Slim X e Hair Nutri, da mesma empresa, também foram suspensas.

O segundo produto proibido foi o Suplemento de Colágeno, Proteína do Leite e Vitamina B6 em cápsulas, da marca Aminomax/Poly Whey. Todos os lotes foram proibidos por não estarem sendo comercializados com o registro obrigatório de novo alimento.

O produto é fabricado pela Poly Flora Produtos Naturais Ltda, de Cachoeiro do Itapemirim, também no Espírito Santo. Segundo a agência, este tipo de produto deveria ser auditado pela instituição, já que se enquadra na categoria de novo alimento, mas isso não ocorreu, e por isso está proibindo a circulação.

As resoluções foram pulicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (17).


Fonte InfoMoney

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.