GPA prorroga ações estratégicas para segundo semestre devido à pandemia

O GPA decidiu adiar todas as conversões de lojas, reformas e aberturas de pontos de venda para o segundo semestre deste ano, devido à pandemia do Coronavírus. A companhia mantém a estratégia planejada para longo prazo com previsão de investimentos de R$ 1,8 bilhão para 2020, o que inclui 70 novas lojas, 50 delas seguindo o modelo de proximidade Minuto Pão de Açúcar.

Segundo o presidente do GPA, Peter Estermann, ainda estão previstas a conversão de 15 lojas da bandeira Pão de Açúcar para o modelo geração 7, assim como 50 supermercados que passarão a operar pelo formato Mercado Extra. As mudanças também acontecerão em outros 10 hipermercados Extra, que serão transformados em lojas Assaí, enquanto 10 pontos de venda serão negociados ou fechados.

De acordo com Estermann, a pandemia acelerou o processo de iniciativas no Digital depois que as vendas do e-commerce alimentar da rede cresceram 82% no primeiro trimestre do ano. “Nossa expectativa é de que a preferência por essa modalidade de compra se mantenham mesmo após o período do isolamento social”, disse o presidente do GPA.

Ainda em relação aos investimentos em operações digitais, o presidente do GPA destacou planos para o terceiro trimestre de 2020 que inclui o lançamento de um marketplace. Por outro lado, a empresa planeja recuperar mais de R$ 3 bilhões de reais negociando ativos e interrompendo as operações supermercadistas em países latinos como Argentina e Uruguai.

2newsconversão de lojasestrategiaextragpalojasPandemiaPão de Açúcarsupermercado
Comentários (0)
Adicionar Comentário