10 Benefícios de usar um sistema de gestão de frota


Embora 2017 carregue mais expectativas de melhora econômica, empresas, indústrias e transportadoras estão se garantindo para não serem pegas de surpresa novamente. Algumas ainda evitam novos investimentos ou contratações. Outras, no entanto, acreditam que ousar é a melhor maneira de driblar a dificuldade. 

É na última opção que se encaixa a implantação do sistema de gestão de frota, muito procurado para oferecer, em curto prazo, economia com combustível, manutenção, pneus, peças, pedágios, entre outros. O investimento, basicamente, retorna no primeiro ano de utilização.

Quer saber mais? A Sialog lista os 10 benefícios de se utilizar um sistema de gestão de frota.

 1 – Economia com combustível
Vamos fazer uma conta rápida: se, hipoteticamente, uma empresa possui no mínimo 15 veículos que rodam mensalmente 8 mil km e o preço médio atual do diesel seja R$ 3,05, com o software de controle de frota é possível economizar mensalmente R$ 5.490,00 (cerca de R$ 366 por veículo). Ao ano, isso representa R$ 65.880. Essa economia se dá pelo fato de que é mais fácil controlar os desperdícios que podem ocorrer no abastecimento, por parte do motorista na estrada (alta velocidade, por exemplo) ou falhas mecânicas no veículo. Essas informações são fornecidas por meio de relatórios de consumo mensal.

2 – Manutenção na hora certa
O sistema de controle de frota desenvolve o plano de manutenção preventiva, corretiva e preditiva, permitindo que os caminhões sempre rodem em ótimo funcionamento e não apresentem problemas inesperados, ocasionando gastos de dinheiro e tempo. É possível ainda obter um histórico de despesas com o veículo, previsão de paradas e manutenções, analisar desempenho da oficina ou mecânico, prever custos de investimento, entre outros.

3 – Gerenciamento de itens mecânicos
Com o controle da manutenção, controla-se também todos os itens mecânicos dos equipamentos, como correia dentada, amortecedor, lona de freio e etc, determinar a performance (h, km ou dia) de cada componente e suas garantias.

4 – Economia com pneus
Um dos principais módulos do sistema de gestão de frota, que faz o gerenciamento de pneus utilizados pelo veículo. Por exemplo, o sistema envia alertas sobre a necessidade de realizar rodízio ou troca nos pneus, avalia a melhor marca e modelo para cada operação, notifica sobre o custo por quilômetro rodado, veículo, trajeto e motorista, mostra a movimentação no eixo virtual do veículo e permite a rastreabilidade dos pneus, exibindo seu histórico e inibindo extravios ou ações mal intencionadas. 

5 – Economia com EPI, despacho e almoxarifado
Além de todas as economias já citadas, o sistema também controla o uso do EPI por veículo/colaborador, a vida útil de cada item, a validade dos equipamentos e o controle do estoque. No despacho, gerencia-se todos os documentos legais e multas referentes à frota, disponibilizando em tempo real quais os documentos que estão vencendo, a previsão de investimento no decorrer do ano e os veículos/motoristas mais autuados. Por fim, no almoxarifado, acompanha-se valores referentes à entrada ou saída de materiais, componentes ou fluídos da frota, estoque mínimo, tempo de entrega pelo fornecedor, auditoria de processos de ordens de serviço e compra, inibindo perdas financeiras por desvios de mercadoria, mau uso, compras inadequadas, estoque obsoleto etc. 

6 – Maior agilidade na tomada de decisão
Com as facilidades que o sistema oferece, por meio de relatórios, o gestor da frota pode atuar de forma estratégica e imediata, sem deixar para trás nenhuma informação importante. 

7 – Automatização de processos
A automatização de processos diminui as ações humanas e desta forma elimina possíveis falhas ou até mesmo ações mal intencionadas.

8 – Mudança na cultural organizacional
Pode-se utilizar os relatórios para mudar a cultura dentro da empresa, avaliando e premiando os melhores motoristas (motivando-os cada vez mais), promovendo planos de conscientização em cima de falhas comuns apresentadas pela equipe, entre outros.

9 – Maior segurança das informações
O software possibilita criar usuários com diferentes tipos de permissões, além de poder fiscalizar quem alterou e em qual momento ocorreu as alterações. Diferente das planilhas, o software não pode ser excluído e pode ser integrado com demais sistemas.

10 – Curto prazo para perceber mudanças
O sistema atinge diretamente os fatores que causam desperdício de tempo e dinheiro na empresa. Por conta disso, apresenta resultados em curto prazo, permitindo até mesmo o retorno do investimento inicial.


Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.